Vendedor de detergente faz despesas de mais de R$ 400 reais em Hotel de Arcoverde e queria ir embora alegando não ter dinheiro

O proprietário do estabelecimento às margens da  BR-232 , Genivaldo Henrique de Araújo, 61 anos de idade, telefonou para a polícia, por volta das 09h20 dessa terça-feira (07), informando que o Fábio Ramos dos Santos, 35 anos de idade, solteiro, vendedor de detergente,  havia causado despesas no Hotel e queria ir embora alegando não ter dinheiro.

 

A Patrulha do Bairro foi até o local que lá chegando foram informados que o acusado ficou hospedado no Hotel Henrys, vizinho do Max Hotel, no período de 30-06-2015 a 01-07-2015 e fez um consumo de R$ 159,20 reais e disse que não tinha dinheiro para pagar e de comum acordo entre empresário, ocasião que deixou alguns pneus como garantia que retornaria para efetuar o pagamento.

 

No entanto, o Fábio teria deu entrada novamente no referido Hotel, no dia 06-07-2015 e desta vez acompanhado por duas garotas, No dia seguinte, 07-07-2015 quando as suas despesas já totalizavam R$ 422,00 reais, novamente disse à vítima que não tinha dinheiro.

 

O acusado foi detido e apresentado na Delegacia de Arcoverde, onde foi feito um TCO em desfavor do imputado. Uma vez que familiares do imputado ficou de comparecer a Delegacia de Arcoverde para efetuar o pagamento.