Três secretários comunicam ao governo de PE o desejo de se afastarem para a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff

Os secretários Danilo Cabral (Planejamento e Gestão) e Felipe Carreras (Turismo, Esportes e Lazer) comunicaram ao governador Paulo Câmara, nesta segunda-feira (23), o desejo de participar da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.

Diz trecho da nota: “Em respeito ao povo brasileiro, especialmente aos pernambucanos, que lhes delegaram confiança ao elegê-los deputados federais, eles solicitaram exoneração dos cargos para retomada dos mandatos parlamentares a fim de participar dessa votação que marcará uma nova página na história do Brasil. Ambos aguardam a orientação do Partido Socialista Brasileiro, ao qual são filiados, mas  antecipam que são favoráveis ao afastamento da presidente”.

O secretário de transportes do estado, Sebastião Oliveira, também já havia expressado o mesmo desejo, já que é deputado federal licenciado. O estranho é que está de “namoro” com o PT do prefeito Duque em Serra Talhada.