Funcionário público compra celular por R$ 1.500,00 mas o aparelho não funciona em Serra Talhada

O funcionário do Hemope, Zé Carlos Pereira, comprou um celular Moto G4 plus por R$ 1.500,00 no comércio de Serra Talhada, o preço é de um celular “top” só que o aparelho não funcionou, o jeito foi procurar o Procon, que é o órgão de defesa do Consumidor. Agora o órgão deve conciliar as partes, no final ou Zé será […]

Leia mais