Sintest contesta proposta da prefeitura de Serra Talhada para servidores da Educação e faz convocação para Sessão da Câmara

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Serra Talhada – Sintest está convocando os servidores da educação para comparecerem a primeira reunião do ano na Câmara de Vereadores desta segunda-feira (13), quando será votado o reajuste o reajuste proposto pelo município.

 

O sindicato reconheceu a situação econômica difícil e aceitou o aumento de 6,24% para os professores proposto pela Prefeitura de Serra Talhada com base no novo piso nacional, mas não aceita a proposta de 5% para os auxiliares de serviços gerais, pois segundo o Sintest com reajuste o vencimento chega a apenas a um salário mínimo. Já para os administrativos a situação é pior, 0%, ou seja, nenhum aumento.

 

A missão do presidente do Sintest e vereador governista Sinézio Rodrigues é convencer a os colegas da câmara de que a proposta da prefeitura é inviável para os auxiliares e administrativos, no entanto, o mesmo está na iminência de assumir assumir a secretaria de Governo. O convite já foi feito. A questão é se vai dar para conciliar os lados opostos?