Serra-talhadenses vão às ruas protestar contra proibição de vaquejadas pelo STF

Os vaqueiros e empresários que vivem da produção dos eventos de vaquejada foram às ruas de Serra Talhada, na manhã desta quarta-feira (12), para se posicionar contra a medida do STF que tornou inconstitucional a prática no Ceará, mas que deverá valer para todo o território nacional. Os manifestantes saíram do pátio da Feira Livre, na lagoa Maria Timóteo, e acompanhados pelo vereador Pinheiro do São Miguel os vaqueiros e apoiadores da vaquejada caminharam e cavalgaram pela BR-232, Bom Jesus e demais ruas do Centro até a Câmara de Vereadores.

Imagem: Alejandro García.

Imagem: Alejandro García.

Em conversa com o FAROL DE NOTÍCIAS, uma das organizadoras do movimento, Edilene Pereira, informou que cerca de 100 vaqueiros participaram do ato caracterizados e pedindo a permanência do esporte regional.