Serra Talhada e Petrolina disputam Grupamento Aéreo e deputados de PE “disputam” paternidade da aquisição

O Comandante Major Gustavo Santa Cruz, que esteve nos últimos dias realizando vôos experimentais na região, disse durante entrevista ao programa Sertão Notícias, da Rádio Cultura, que a instalação depende de uma estrutura com alojamento, abastecimento, garagem da aeronave, o heliporto que tem que ter as dimensões adequadas.

“É uma decisão estratégica que está sendo tomada pelo Secretário Angelo Fernando e pelo chefe do grupo tático de grupamento aéreo. A decisão  realmente está entre Serra Talhada e Petrolina”, disse na transcrição do blogueiro Júnior Campos, descartando portanto a possibilidade de Salgueiro, antes cotada para receber o equipamento.

A instalação de um Grupamento Tático Aéreo (GTA) em Serra Talhada pode ser algo real, principalmente nas operações de combate a grupos organizados que estão explodindo diversos bancos e carros-fortes na região e assaltando caminhões nas estradas.

O município, geograficamente possui uma localização estratégica ao acesso as rodovias e estradas, no cruzamento com a Paraíba, Bahia e Ceará.

 

O Major ainda destacou que ações com helicóptero são fundamentais para o Sertão. “É uma ferramenta fantástica, e se for utilizada como está sendo, na captura, no monitoramento das rodovias, no patrulhamento das áreas perigosas, é quase que impossível se a gente localizar o carro de algum fugitivo escapar”.

Os deputados pernambucanos não poderiam deixar de “pegar carona” na aquisição. O federal Kaio Maniçoba postou nas redes sociais:

“Solicitei ao governador Paulo Câmara que fosse instalada em Serra Talhada uma base de grupamento de apoio aéreo da Polícia Militar (PM) com intuito de combater os atos criminosos que vêm assolando várias cidades do sertão. Infelizmente, casos como explosões a agências bancárias e a carros-fortes e assaltos a caminhões tornaram-se uma constante.

Com esse apoio aéreo, sobrevoos para mapear possíveis rotas de fuga dos bandidos e planejar futuras ações de apoio a equipes da PM,que estão em terra, poderão ser realizados. Além disso, pedi também que o efetivo de policiais fosse ampliando para proporcionar mais segurança à população.

Continuarei atento às necessidades do meu povo e sem pestanejar estarei atuando para ajudar no que for preciso”.

Já o deputado estadual Rogério Leão (PR), afirmou via assessoria que também solicitou a instalação de um Grupamento Tático Aéreo (GTA) em Serra Talhada ao Governo do Estado, durante a Reunião Plenária da Alepe desta terça-feira (1).

De acordo com Rogério Leão, existe o interesse do Grupamento Tático Aéreo em disponibilizar uma aeronave com a equipe de policiais operadores. A aeronave ajudaria, nas operações de combate a grupos organizados que estão explodindo diversos bancos e carros-fortes na região e assaltando caminhões nas estradas.

“A aeronave seria utilizada para pronta resposta em atendimento a ocorrências policiais, como busca à assaltantes de bancos e de cargas; bem como nos serviços dos bombeiros no combate a incêndios e em resgates e ainda no atendimento aeromédico com o Samu, que prestará serviço de socorro de urgência”, ressaltou Leão.