Serra Talhada e Arcoverde registram as maiores chuvas da semana. Mas racionamento deve aumentar de um para dois dias na Capital do Xaxado

A Agência Pernambucana da Águas e Clima (APAC) divulgou o balanço das chuvas no Sertão de Pernambuco. O município de Arcoverde registrou na quarta-feira (30), 37 mm durante quatro horas de chuvas. A tubulação não aguentou o volume de água e algumas avenidas ficaram alagadas, prejudicando o tráfego de veículos.
No município de Serra Talhada choveu praticamente em toda área urbana e rural. De acordo com a (APAC), choveu: Acude Cachoeira (4,9 mm), EBAPE (7,8 mm), IPA (3,4 mm), Serrinha II (30 mm) e Jazido (11,6 mm) – Ao todo choveu em Serra Talhada 57,7 mm segundo o Boletim da APAC deste dia (30). A chuva trouxe transtornos para moradores do Ipsep, segundo eles, a água ficou sem ter por onde escoar em ruas calçadas recentemente e subiu em algumas calçadas.
enviada por internauta

enviada por internauta

Mas o volume de água é bem vido para melhorar o abastecimento, já que o rodizio de água realizado pela Companhia de Água (COMPESA) deve aumentar em alguns bairros de um para dois dias ainda neste mês. Em Custódia a água das últimas chuvas encheu barreiros e e reservatórios na Zona Rural.
BARREIRO CHEIO EM CUSTÓDIA
Confira os números das chuvas em outros municípios da região: Calumbi (2 mm), Carnaubeira da Penha (20 mm), Custódia (2,8 mm), Floresta (1,7 mm), Ibimirim (12,5 mm), Inajá (5,2 mm), Lagoa Grande (4,0 mm), Manari (3,0 mm), Mirandiba (16 mm), Parnamirim (1,8 mm), Petrolina (8,3 mm), Quixaba (6 mm), São José do Belmonte (5 mm), Tacaratu (16 mm), Triunfo (3 mm) e Verdejante (9 mm). Destaque para um único trovão forte que “balançou as estruturas das casas” em serra Talhada chuvas de granizo em Flores e Sertânia.