Serra Talhada chega a apenas 13% de umidade relativa do ar, alerta a APAC

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta de baixa umidade no Sertão do Estado desde domingo (27). Os menores ídices de umidade relativa do ar foram registrados em Serra Talhada (13%), Ouricuri (17%), São José do Egito (17%), Ibimirim (18%), Araripina (19%) e Petrolina (19%). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um nível considerado aceitável deve estar acima dos 30%.

De acordo com a Apac, a presença de uma massa de ar seco sobre o Sertão inibe a formação de nuvens e propicia a elevação das temperaturas, com redução da umidade relativa do ar no período da tarde.  Enquanto a umidade relativa do ar está baixa a temperatura segue acima de 36°C.

Ainda segundo a agência, umidade com valores abaixo de 20% pode causar complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas; sangramento pelo nariz; ressecamento da pele; irritação dos olhos; eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos e aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.