Secretaria de Saúde de ST lança plano de combate ao mosquito Aedes aegypti e fornece informações sobre micricefalia para gestantes

DSC0817-1-730x425

A condição neurológica grave provocada pelo microcefalia e o aumento repentino do número de casos devido a relação das malformações com o zika vírus, têm assustado a sociedade, e principalmente os futuros pais e mães.

Para esclarecer todas as dúvidas e fornecer acesso as informações necessárias ao público interessado, a Secretaria de Saúde de Serra Talhada promoveu na tarde desta quinta-feira, 09, uma palestra sobre microcefalia no Plenário Vereador Manoel Andrelino Nogueira, na Câmara Municipal de Vereadores, para gestantes, pais, mães, e para mulheres que planejam engravidar.

Foram convidados para proferir a palestra o Médico Ginecologista e Obstetra e professor do curso de Medicina da Universidade de Pernambuco (UPE), George Conrado e a Médica Pediatra e também professora do curso de Medicina da Universidade de Pernambuco (UPE), Patrícia Santana.

Na ocasião, o secretário adjunto de saúde, Aron Lourenço reforçou o apelo para que a população se engaje nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Estavam presentes e atentos as explicações dos especialistas, homens, mulheres e alguns casais, todos em busca de informações sobre a doença. O casal Cilene e Daniel Vieira afirmaram que ficaram satisfeitos com a palestra e que conseguiram tirar muitas dúvidas. Eles também disseram que vêm buscando seguir todas as orientações médicas. De acordo com Cilene, “buscar informação é sempre muito importante, principalmente nesse momento em que todos se encontram muito assustados”, disse a gestante.

Sobre a doença

A microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, influenciando o seu desenvolvimento mental. Isto ocorre porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça normalmente. A doença é diagnosticada no começo da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento. A microcefalia é uma doença grave, que não tem cura, e a criança que a possui pode precisar de cuidados por toda a vida, sendo dependente para comer, se mover e fazer suas necessidades, dependendo da gravidade da microcefalia que possui e se ela possui outras síndromes além da microcefalia.

Com informações de Cristiane Cavalcante / Fotos: Orlando Telles