Sebastião Oliveira diz que Prefeitura não compra farda escolar porque tem funcionário demais e dispara contra cabos eleitorais

Em entrevista a Rádio Vila Bela FM o secretário estadual de trasportes e líder do PR no Estado, Sebastião Oliveira, classificou Duquinho de confuso, Dr. Nena de desequilibrado, Augusto César de rancoroso e ainda chamou determinados eleitores/cabos eleitorais do prefeito Luciano Duque, que vivem soltando fogos, de vagabundos.

Pecha que caiu para César Kaíque, responsável pela solta os fogos das inaugurações da Prefeitura. O fiel escudeiro de Duque não gostou da insinuação e respondeu Sebá nas redes sociais:

“Sebastiao pensa que é o rei, ele não passar de um funcionário do povo . Ele devia respeitar mais o povo , Sebastião aqui não tem vagabundo não , tem gente de bem que trabalhar dia e noite sem medir esforço , nós andamos qalquer hora do dia , qualquer dia da semana mais sempre ao lado do povo. Se soltam fogos pode ter certeza porque algo está sendo
Entregue a ser comemorado . Deputado respeite, tenha mais equilíbrio. Tinha até uma admiração pelo senhor, mais vi que o senhor é a realmente um ser que acha ser o dono da verdade, o dono da razão. E não se preocupe continue nessa linha , chamando o povo disso e daquilo que a resposta o senhor terá mais quem dar não será agora em 2016 e sim em
2018”, disparou.

Durante a mesma entrevista ao Programa Farol de Notícias, Sebastião Oliveira fez um desafio ao prefeito Luciano Duque: afirmou que compra fardamento escolar, agora, ele (Duque) deve fazer uma revista de quem trabalha e quem não trabalha na prefeitura. “Se não der para comprar o fardamento de 5 anos para a frente nesse negocio, de gente que ele botou lá para não trabalhar e para arrumar gente para votar nele de cabo eleitoral de candidato, de pré-candidato de tudo. Eu pago do meu bolso a farda dos meninos”, disse Oliveira, acrescentando: “Ele vai ter que botar para fora um bocado de gente que não trabalha dará para comprar o fardamento de menino, até 100 pela frente”.

Um Comentário