Representantes políticos de Serra Talhada subestimam inteligência do eleitor e declaram bens abaixo da realidade

Para a Câmara federal, Sebastião Oliveira declarou apenas cerca de R$ 500 mil, mesmo com duas propriedades de terras em Serra talhada valendo cerca R$ 5.000 cinco mil cada.Mas um lote de 5 por 5 na Cohab custa oito mil.

Se um deputado de três mandatos só tem quinhentos mil, quanto é para ter um prefeito de uma cidade do interior? o gestor que tenta a reeleição, Luciano Duque (PT) declarou apenas R$ 3 mil líquido. CLIQUE AQUI E RELEMBRE. Parece coerente, mas não é, do ponto de vista político deveria mudar o título de capital do xaxado para capital dos “laranjas”.

Basta comparar os valores para entender a questão com a prestação de contas de outros políticos na cidade nas últimas eleições. De parabéns os deputados estaduais votados em Serra Talhada, Rogério Leão (PR) e Augusto César (PTB) declararam um pouco mais de R$ 1 milhão e o falecido Manoel Santos (PT) declarou mais R$ 800 mil.