Quatro mulheres são agredidas por companheiros, ex e irmão, respectivamente, em Serra Talhada

O primeiro caso ocorreu na Travessa Rio Branco, nº 46, Alto Bom Jesus, Serra Talhada-PE na tarde dessa segunda-feira (06).

J. C. da S., 20 anos, casada, agricultora informou a polícia que o E. C., 27 anos, solteiro, agricultor se encontrava embriagado, tentou forçar a entrada em sua residência, e devido a sua recusa, o mesmo passou a jogar tijolos nos vidros da parte da frente da casa, vindo a quebrá-los, como também, o acusado devido ao estado de embriaguez deu vários socos nos vidros quebrados, ficando com as mãos lesionadas.

Ante o exposto, as partes foram conduzidas a DPC local para adoção de medidas pertinentes.

Em seguida, na Quadra 41, Lote 08, Vila Bela, Serra Talhada-PE;

M da P. S., 30 anos, separada informou que o R. J. da S., 33 anos, separado, que é seu ex-companheiro, se dirigiu a sua residência e quebrou a pia de lavatório, amassou a porta da cozinha, tentando entrar na casa, como também estava ameaçando-a. Ante o exposto, as partes foram conduzidas a DPC local, onde foi confeccionado um TCO e desfavor do imputado.

Na mesma data, por volta das 22h30, policiais militares do 14º BPM foram acionados pela Central de Operações a fim de averiguar uma violência doméstica Rua José Alves de Souza, nº 85, Alto Bom Jesus, Serra Talhada-PE, onde M. H. R. dos S., 27 anos alegou que havia sido agredida pelo C. B. da S., 47 anos, que é seu companheiro, e que também havia sido trancada na casa para que não saísse e pedisse socorro. Diante do exposto, as partes foram encaminhadas a DPC local, onde o imputado foi autuado em flagrante delito.

 

E na Rua Dois, nº 591, Alto Bom Jesus, Serra Talhada-PE, J. C. de C. S., 64 anos, informou que o irmão L. J. C., 51 anos, em regime semiaberto, o qual usa a tornozeleira eletrônica, entrou em sua residência e levou toda a “feira”, e passou a ameaçá-la, pedindo dinheiro. Diante da recusa, o imputado agrediu a vítima com um soco na boca. Ante o exposto, as partes foram encaminhadas a DPC local, onde o imputado foi autuado em flagrante delito.