Psicóloga mostra que empresa que administra Zona Azul em Serra Talhada prejudica a acessibilidade e cria privilégios

A acessibilidade fica onde? A sinal park vai continuar obstruindo a calçada? Quem vai multar? A empresa também privatizou as calçadas??????? É com essa legenda que a psicóloga Rosa Mourato revela a a imagem abaixo na rua dos correios, perto do antigo CPS da Polícia Militar:

Rosa  também fez uma denúncia nessa segunda-feira (5), quando exibiu uma suposta relação de veículos isentos do pagamento da zona azul em Serra, privilegiando cerca de 40 pessoas, incluindo alguns empresários e parentes de políticos governistas, são isentos de pagamento da taxa, e podem estacionar seus veículos sem preocupação de tempo e sem pagamento da tarifa.

Foto: Farol/Paulo César Gomes

Ela passou o dossiê para a oposição da cidade após ter o seu veículo multado, segundo ela, de forma irregular, o que inclusive a fez prestar queixa na delegacia de polícia. “Tenho aqui as placas dos veículos de todas as pessoas que não pagam zona azul. São mais de 40 pessoas que não pagam. Não citei os nomes das pessoas na tribuna por questão de ética e não são veículos oficiais, são particulares”, revelou o líder da Antonio de Antenor, na reabertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST).

O OUTRO LADO

De acordo coo Farol de Notícias, o líder do governo, André Maio, do PRB, rebateu as denuncias de Antenor, afirmando que a lei aprovada na Câmara, em 2016, prevê isenções, e não há privilégios no sistema.

“O que a gente entende, dentro da lei, tem uns carros que não podem pagar a zona azul. Inclusive a imprensa. São veículos oficiais, são veículos de empresas que prestam serviços a prefeitura. Isto está previsto na lei. Agora, se tiver algum carro que ele (Antonio de Antenor) prove que não está neste contexto, então está errado e tem que tomar as providências”, rebateu Maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *