Produção do Miss Serra Talhada admite que candidata de Salgueiro concorreu e venceu concurso por morar e VOTAR na capital do xaxado

A nota acima confirma denúncia de familiares de parte das outras 11 candidatas serra talhadenses que fizeram parte do concurso Be Emotion 2018 e perderam para Rafaela Lopes, 21 anos, de que a mesma é natural de Salgueiro.

Além disso, o final da nota afirma que Rafaela é natural (nascida e criada) em Salgueiro e concorreu o título em Serra Talhada por possuir residência fixa e ser eleitora da cidade, numa demonstração clara que houve interferência política no processo.

Em conversa por telefone com o Farol de Nota ml, Romildo Duarte desabafou dizendo que, aos poucos, percebeu que a RD Produções foi perdendo espaço na organização do próprio evento para outros parceiros, como a rádio Líder do Vale FM, o que acabou interferindo diretamente na condução do Miss Serra 2018.

 

A rádio é dirigida e administrada por Victor Oliveira, político que foi candidato a prefeito nas últimas eleições municipais. A RD produções, de Romildo Duarte, teria sido prejudicada até na escolha do júri, responsável pelo resultado final. Algo que mancha a credibilidade do concurso.

EFEITO NEGATIVO

Farol entrou em contato com organizadores do Miss Pernambuco 2018 para comentar o caso. Uma fonte, que pediu para não se identificada, afirmou que por conta de falhas na condução do evento do Miss Serra 2018, a passagem do concurso estadual na cidade está sob ameaça.

“No Miss Pernambuco 2018, as candidatas iriam passar três dias em Serra Talhada. Aí o concurso já não vai mais passar por Serra Talhada por conta de alguns problemas que ocorreram na condução desse concurso”, disse um dos produtores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *