Polícias realizam operação e prende suspeitos em vários bairros de Serra Talhada, incluindo a rainha do tráfico portando celular com troca de mensagens sobre a operação

Um helicóptero da SDS sobrevoava Serra Talhada na tarde dessa quarta-feira (19), sinalizando que a Operação “Força no Foco” estava em andamento.

Policiais Militares das equipes GATI (3º BPM, 8º BPM e 14º BPM), NIS-2/14º BPM e Polícia Civil deram cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão em desfavor da imputada C.C.C.O, 19 anos, solteira, por volta das 10h30. Ao chegarem no endereço da traficante, os policiais visualizaram quando a mesma correu para o quintal e jogou um pacote em cima da casa, que ao ser encontrado, o mesmo continha 18(dezoito) pedras de Crack, bem como a quantia de R$ 63,00(sessenta e três) reais em espécie.

 

Ainda durante a Operação dentro da residência da rainha do tráfico no Borborema, os policiais militares e civis realizaram buscas e encontrada em cima da cômoda uma bolsa plástica contendo a quantia de 405 (quatrocentos e cinco) pedras de crack e a quantia de R$ 209,00 (duzentos e nove reais) em espécie. Ela assumiu ser proprietária das drogas e que somente guardava as mesmas na casa de sua genitora, a J. D.B.C.O.

As buscas continuaram no interior de sua residência no intuito de apreender qualquer produto de origem ou fim ilícito, porem sem êxito, mas foi encontrado um celular Samsung de cor preta, de propriedade da imputada, contendo fotos de pessoas armadas e áudios indicando que a policia estava fazendo operação na localidade.

 

 

Os envolvidos: J.C.L.S. 18 anos; M.A.M.S, 35 anos e E.G.S., 18 anos e mãe dela que também estavam na residência junto com a imputada e o material ilícito foram encaminhados a DPC local, onde a mulher foi autuada em flagrante delito.

 

No horário da tarde a Operação Força no Foco chegou na COHAB, onde por volta das 16h30,  os Policiais deram cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Serra Talhada em desfavor da S.L.F. Durante busca minuciosa no interior da residência foi encontrado uma pequena quantidade de maconha, a imputada assumiu a posse da substancia, onde foi conduzida a DPC local para as medidas cabíveis.

 

Seguindo a ordem cronológica dos fatos, a operação prosseguiu na Rua Francisco Gomes de Souza, n°128, COHAB, onde por volta das 17h30, os policiais chegaram a residência suspeita, que encontrava se fechada e sem ninguém, mas a proprietária, P.B.S.H, 30 anos, solteira, foi localizada e ao chegar ao local informou não estar com a chave da casa, sendo dessa forma necessário arrombar a porta. Durante a busca domiciliar foi encontrado no quarto do casal dentro do guarda roupa, enrolado em um pano 01 (um) revolver Taurus Cal.38 e 04 (quatro) munições cal. 38 intactas. A envolvida foi conduzida juntamente com o material para a DPC local para adoção das medidas cabíveis.

 

 

Mais cedo, a primeira investida dos Policiais militares da equipe CIOSAC foi no Baixa Renda, por volta das 06h00, quando deram cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Serra Talhada contra W. A.N.Fo qual tinha um Mandato de Prisão em aberto e  foi conduzido para DPC de Serra Talhada.

  

Ainda no Baixa Renda, por volta das 08h00, a mesma equipe policial fez buscas no interior da outra residência e encontrou uma porção de maconha, um relógio de pulso marca Seculus cor dourada e a quantia de R$ 499,00(Quatrocentos e noventa e nove reais) em espécie. Diante disso, os envolvidos: D.J.F.B e um adolescente, 17 anos foram encaminhados a DPC local para providências cabíveis.

 

Enquanto isso, outro adolescente de 16 anos, suspeito de ilícitos, foi apreendido durante a Operação “Força no Foco”, dessa vez no Vila Bela. Policiais Militares da equipe ROCAM/14°BPM encontraram o menor dentro da residência 01 (uma) pequena quantidade de maconha e outra pequena quantidade de sementes, provavelmente de maconha. O imputado foi conduzido juntamente com sua genitora e o material apreendido para a DPC.

Segundo informações da PCPE e da PMPE, foram cumpridos três mandados de prisão, 19 de busca e apreensão domiciliar, além da realização de quatro prisões em flagrante delito. As polícias fizeram abordagens em todos os bairros de Serra Talhada e realizaram diligências focadas nos homicídios ocorridos entre os meses de janeiro e março de 2017.

O município de Serra Talhada registra até o momento 14 assassinatos, sendo um deles um duplo homicídio. A operação também realizou apreensões de droga, prisões em flagrante por tráfico de entorpecente e posse ilegal de arma de fogo, e colheu mais de 30 depoimentos. O modelo de trabalho foi similar ao de outra ação, entre os dias 11 e 12 de abril, no município de Araripina.

Homicídios

Pernambuco registrou mais de 1.500 assassinatos neste primeiro trimestre. Só em março foram 548. Segundo estimativas, se a média continuar, o estado pode terminar 2017 com mais de 6 mil assassinatos registrados, batendo o recorde de 4.634, do ano de 2006.