Polícia Civil revela que um dos acusados de assassinar vereador Cícero Fernandes em ST é integrante do PCC

56a30cf4a75fed4cca24372b79e5ffb8

O delegado do DHPP, Guilherme Caraciolo Paiva revelou em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (11) os detalhes da Operação Paz no Sertão, deflagrada na última quinta (7). Nove armas e diversas munições foram apreendidas na operação. Na Paz no Sertão, o objetivo era cumprir 25 mandados de busca e apreensão mas  outras quatro pessoas estão foragidas. Segundo ele, um dos acusados de assassinar o vereador de Serra Talhada é integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), maior organização criminosa do País, que tem base em São Paulo. O suspeito está foragido.

Coletiva de imprensa foi realizada na manhã desta segunda

Ainda no dia da operação Paz no Sertão, a polícia divulgou a prisão de Luciano de Souza Soares, Cícero Valdevino da Silva e Georgenes Alves Pereira, todos policiais militares, sendo os primeiros de Pernambuco e o último da Paraíba. Além dos PMs, uma quarta pessoa, identificada como Renato Rodrigues da Silva, foi presa na última quinta-feira.

Georgenes Pereira foi apontado como mandante da morte de Cição, como era conhecido o vereador, já que o grupo do político teria assassinado o irmão do PM. “O crime foi puramente motivado por vingança. No ano passado houve alguns homicídios, e as pessoas que tiveram parentes mortos por esse grupo criminoso decidiram se unir para matar o principal chefe da organização, que era o vereador”, explicou o delegado Guilherme Caraciolo, responsável pelas investigações.

20150511113027375878e-620x413

Presente na coletiva de imprensa, o secretário de Defesa Social (SDS) de Pernambuco, Alessandro Carvalho, afirmou que todos os PMs envolvidos serão punidos. A operação contou com a participação de 193 policiais civis e 56 policiais militares. A Polícia Civil espera concluir o inquérito dentro de 60 dias.

CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO

paznosertão1 paznosertão5

Um Comentário