Polícia Civil desmente dados “manipulados” da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Áureo Cisneiros, desmentiu nessa quinta-feira (02) os dados fornecidos pela Secretaria de Defesa Social sobre uma suposta redução nos índices de violência no Estado.

De acordo com os dados da SDS, a taxa de homicídios em Pernambuco voltou a cair, após 20 meses sem conseguir atingir a meta do “Pacto pela Vida” que é uma redução mensal de 12% no número de assassinatos.

Foram assassinadas em Pernambuco no último mês de junho, segundo a SDS, 266 pessoas – 13,9% a menos que no mesmo período de 2014, quando foram registrados 309 crimes de morte.

Considerando o semestre inteiro, todavia, foram assassinadas em Pernambuco no período 1.884 pessoas, ante 1.754 no primeiro semestre de 2014 (130 vítimas a mais).

o presidente do Sinpol considerou uma “lorota” a informação divulgada ontem pela Secretaria de defesa Social.

Ele disse que os números estão “manipulados” e que foram registrados em Pernambuco, apenas este ano, 1.921 assassinatos e não 1.884 como diz o governo.

Afirmou também que pelos dados em poder do Sindicato aumentou no atual governo o índice de roubo de carros, de assalto a bancos, de assalto à mão armada, de latrocínios e de homicídios.

A Polícia Civil paralisou hoje suas atividades e realizou um novo protesto em frente à Secretaria de Planejamento e Gestão para pressionar o Governo do Estado a atender suas reivindicações. (Do: O Povo com a Notícia)