Pipeiros de várias cidades do Sertão protestam contra falta de pagamento do governo do Estado há vários meses

Dezenas de pipeiros de Belém do São Francisco, Floresta, Itacuruba e Cabrobó e outras cidades do sertão de Itaparica que estão sem receber pagamentos há oito meses do governo do estado fizeram um protesto nas ruas em Cabrobó, após concentração em frente a Compesa na manhã dessa quinta-feira (21).

Os pipeiros ameaçam que se não receberem até o próximo dia 30 vão ocupar a BR no dia da visita da presidente Dilma à cidade.

No alto Pajeú 16 pipeiros já suspenderam o abastecimento das cidades de Itapetim e Brejinho porque há 4 meses de atraso esperam os repasses da Compesa, estatal do governo do estado. Os profissionais suspenderam o abastecimento desde a 2ª feira dia 18.

A Compesa garantiu que pagaria um mês apenas, mas os pipeiros já teriam firmado posição de que não retomariam o abastecimento. Por outro lado se agravou a situação dos moradores de Itapetim que não têm água nas torneiras a 28 meses e de Brejinho a 12 meses.