Pai e filha são assaltados na PE-365, em Serra Talhada. Já no bairro AABB duas casas são arrombadas e produto foi receptado na Feira Livre

O proprietário do veículo relatou que fazia o trajeto da cidade de Santa Cruz da Baixa Verde – PE para a cidade de Serra Talhada – PE, juntamente com sua filha, na madrugada dessa quinta-feira (26), quando avistou uma mulher acenando na pista e visualizou um homem deitado no chão, simulando um acidente.

 

A vítima teria parado para prestar socorro, momento que foi surpreendido por mais um elemento que saiu de dentro da caatinga e juntamente com o que estava deitado, mandaram ele e a filha descerem do carro e anunciaram o assalto.

 

Ainda segundo vítima, os dois estavam armados, não observando se a mulher também estaria armada. Os assaltantes levaram sua carteira com aproximadamente R$ 1.300,00 (Mil e trezentos reais) em espécie, relógio e um celular da marca Samsung, além do Carro Chevrolet Cobalt, de cor branca, ano 2013, placa KIJ 4940.

 

As vítimas procuraram ajuda no Intimus Motel, onde o proprietário acionou a polícia militar que os conduziu para a Delegacia.

IMG-20150327-WA0007

Já no bairro da AABB, em Serra Talhada, a polícia registrou dois furtos a residências. Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos (acima) quebraram o telhado e o forro de gesso da casa do policial militar Oliveira, na rua Manoel Alves de Carvalho Barros, na tarde dessa quarta-feira (25).

 

Na ação foram levados R$ 3,2 mil, um relógio e uma máquina de tosar ovelha. Outra residência foi invadida no mesmo bairro na quarta-feira (25). O proprietário Dorgival Cavalcante Duarte afirmou na Depol que os bandidos também quebraram o telhado e o gesso, levando dois notebooks, dois tablets, joias e uma coleção de relógios, dando um prejuízo de mais R$ 10 mil em objetos.

 

Mas ontem, (26), por volta das 11h00, um dos produtos do furto foi recuperado no Pátio da Feira Livre. O policial morador do bairro AABB informou que encontrou o seu relógio de marca Oriente no valor de R$ 800,00 (oitocentos reais), que seria do filho dele, em poder de um suspeito, este informou que comprou o produto do furto a um menor de idade.

 

Ao realizar rondas, o efetivo do 14º BPM localizou o adolescente, onde foi perguntado sobre a origem do relógio, ele respondeu que comprou por R$ 10,00 (dez reais) a um homem desconhecido. Diante dos fatos todos os envolvidos foram conduzidos à DPC local onde foi instaurado um inquérito pela Autoridade Policial.