Padre florestano abandona a batina para viver um grande amor no Sertão de Pernambuco

A população de Jatobá, no Sertão de Pernambuco, foi pega de surpresa, no ultimo domingo (02.04), ao ser informada que o padre Edson Fernando Novaes Ferraz (natural de Floresta-PE), mais conhecido como Padre Nando, administrador da paróquia Nossa Senhora Aparecida estava deixando a batina para viver um grande amor. A identificação da moça não foi revelada.
 
O anúncio foi feito por ele na celebração da missa realizada na nova capela do município na noite de domingo (02/04), em que o sacerdote decide ir em busca de um relacionamento com uma mulher. “Hoje é meu ultimo dia de padre, eu não podia dividir minha vida de padre com essa experiência afetiva, não podia; seria uma afronta a Jesus Cristo, um desrespeito ao povo, então pedia ao bispo um tempo uma suspensão provisoria do ministério para que eu possa fazer essa nova experiencia e quem sabe está ai minha felicidade. Nesses quinze anos, três meses e dezoito dias em padre, me realizei bastante, e pela graça de volta pra cá (Jatobá), mais ainda. É uma pena que no meu retorno pra cá [Jatobá], vinha com essa crise interior, então não puder dar o meu melhor como naquela ocasião que estive aqui a oito anos atrás. Tive a graça de ficar aqui três anos e aprendi a amar cada um de vocês. Agradeço de coração a cada um de você o amor que compartilhamos e peço a cada um de vocês que rezem por mim, e que nem um momento se deixem abalar, enfraquecer na fé, por que a maior razão de mossas vidas se chama Jesus Cristo! Peço perdão, desculpas pelas inúmeras falhas, e também com essa muinha atitude, decepciono, se magoou alguém, se escandalizo alguém, peço mil desculpas por que essa não é, não foi, não será minha intenção”, o padre finaliza dizendo que continuará a amar todos os fieis da igreja e declara ser humano e jamais gostaria de manchar  essa igreja”, declarou Edson Fernando.
De acordo com o Blog Petrolândia Notícias, ex-padre Nando também anunciou que não desistirá da caminhada presbiteral, e que continuará sendo um colaborador e um grande cristão da Igreja Católica.