Novembro tem clima quente e seco no Sertão e Agreste de Pernambuco. No Sertão é também início da pré-estação chuvosa

O trimestre novembro, dezembro e janeiro é considerado um dos mais secos no interior de Pernambuco. Neste período, são registradas as maiores temperaturas nos municípios. No Sertão esta é a pré-estação chuvosa, quando ocorrem pancadas de chuvas isoladas. A previsão é de 196 mm de precipitação no período, mas não impede as temperaturas elevadas, o que provoca muito calor.

“A umidade média, desde o Sertão a parte do Agreste, está entre 15 e 30%. Além disso, é comum que neste mês [novembro] ocorram temperaturas de até 37°C no Sertão. No Agreste, estas temperaturas estão chegando aos 35°C, o que causa um grande desconforto térmico e um aumento na sensação de calor para estas duas regiões”, explica o meteorologista Tiago do Vale ao NE10/Interior.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), nestes três meses a umidade relativa do ar pode ficar abaixo de 20% no Agreste e Sertão, o que pode provocar até riscos à saúde.

Ainda segundo o meterorologista, um sistema meteorológico chamado “alta subtropical” faz com que as nuvens não sejam formadas nesta época, o que causa o recebimento de grande aporte de radiação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *