Nomeação de juízes para o Sertão não elimina o défict de magistrados em Pernambucano

Apesar da nomeação de 72 juízes para sessenta e sete comarcas em Pernambuco, o défict de profissionais de profissionais é de 188 vagas em aberto, o gera atraso nos porcessos. Entre as cidades que receberam, ou receberão, juízes estão Belém do São Francisco, Custódia, Floresta, Orobó, Buíque, Bom jardim, Tacaimbó, Vicência, Passira e Maraial.

De acordo com o Diário de Pernambuco, um novo concurso está em licitação e a expectativa da Fundação Carlos Chagas é que seja realizado ainda este ano. Para o presidente do TJPE, Frederico Neves, embora 72 tenham sido nomeados mês passado, a expectativa é 60 tomem posse de fato. “Alguns passam em outros concursos que pagam melhor”, afirmou.

O salário bruto de um juiz é R$ 15 mil, com dedicação exclusiva, exceto par ao cargo de professor.