Morre a segunda vítima do grave acidente na PE-360 entre Serra Talhada e Flores

João Alves Diniz, de 87 anos, que teve traumas no abdômen e chegou a passar por passar por cirurgia no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães de Serra Talhada – Hospam faleceu por volta das 19h00 dessa segunda-feira (03).

 

Ele era casado com Terezinha Alves Diniz, de 78 anos, que faleceu na hora do acidente, ocorrido na manhã de ontem, dia (03). Eles moravam no Sítio Areal, região rural de Triunfo-PE, e seguiam em um veículo Fiat, conduzido por David Alves, 47 anos, que teve apenas ferimentos leves e passa bem no hospital.

 

A idosa seguia viagem no banco traseiro do Fiat, mas mesmo usando cinto de segurança sofreu ferimentos graves e acabou falecendo no local.

 

Já o motorista do gol foi socorrido pelo corpo de bombeiro para o Hospam em Serra Talhada, onde desde de 8h da manhã de ontem a família esperava o táxi aéreo para transferir Emerson Xavier, de aproximadamente 30 anos, para Hospital da Restauração na capital, após  mais de 7 horas de espera, apesar da gravidade do quadro do paciente que sofreu um traumatismo craniano e uma lesão no abdômen.

 

Segundo informações, o condutor do veículo (Gol), que seguia sentido Serra Talhada/Flores teria cochilado e ocasionado o choque lateral com o Fiat Uno, próximo a Calumbi. Com o impacto entre os veículos, sendo um Gol e um Fiat Uno, os carros ficaram destruídos.

 

E um jovem serratalhadesse, conhecido por Lázaro Mourato, morreu nessa segunda-feira (03), por volta das 07h00 da manhã, no município de Barra, oeste da Bahia.

201508031012561

Segundo informações do Portal Nayn Netto, ele vinha em um caminhão carregado com gesso, que capotou na BA-161, próximo à ponte do Estreito, naquele município.

 

No veículo Mercedes Benz, vinham Lázaro que era o motorista e o dono do caminhão, conhecido por “Barrão”, que também é serratalhadense. Lázaro que estava descansando na boleia, morreu na hora preso às ferragens, e o proprietário que no momento dirigia o veículo foi socorrido pelo SAMU e levado com ferimentos graves para o Hospital São Rafael, na Barra.

 

A cabine do veiculo ficou totalmente destruída e foi necessário uma retroescavadeira para desvirar o caminhão e assim poder retirar o corpo das ferragens.