Mais droga é encontrada na cadeia pública de Serra Talhada. Prazo dado pela justiça para a reforma está correndo e unidade pode ser interditada

Durante a revista realizada pelo efetivo da Guarda da Cadeia Pública de Serra Talhada-PE, na tarde dessa quarta-feira (14), foi verificada dentro de uma caixa de sabão em pó, a existência de 06(seis) papelotes de entorpecentes (provavelmente maconha).

De acordo com a polícia, a droga era destinada ao detento Givanildo Dias Souza. Diante dos fatos a equipe ROCAM do 14º BPM foi acionada e o material encontrado juntamente com o Boletim de Ocorrências foi entregue à DPC local.

INTERDIÇÃO: O tempo está passando e o prazo de 180 dias, dado pela justiça  para a reforma da unidade está contando. Após o Ministério Público de Pernambuco entrou com ação civil contra as más condições da Cadeia Pública de Serra Talhada.

A vereadora Vera Gama (PHS) e o Grupo Espírita Cícero participaram da comissão que identificou a situação: falta de alimentos, iluminação, ventilação e condições sanitárias adequadas; desrespeito à integridade moral e física dos detentos e superlotação. Confira as imagens:

 

 

 

Se não houver a reforma, o prédio pode ser interditado e o governo de Pernambuco deverá pagar uma multa diária de R$ 21 mil. De acordo com a Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres-PE), o caso está sendo analisado pela Procuradoria-Geral e que há o interesse de reformar ou construir uma nova cadeia no município.