Maioria dos vereadores de Serra Talhada contrariam orientação do TCE e aprovam contas de Carlos Evandro

O presidente Câmara de Vereadores de Serra Talhada, Agenor de Melo Lima, Pinheiro de São Miguel, Nailson Gomes, Dedinha Inácio, Edmundo Gaia, Antonio Rodrigues, Vera Gama, Jaime Inácio, Leirson Magalhães e Manuel Enfermeiro não seguiram a orientação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco e aprovaram as contas do exercício financeiro de 2006, da gestão do ex-prefeito Carlos Evandro (PSB), que precisava de dois terços dos votos. Após a vitória, Carlão disse durante um mini coletiva que conseguiu os 10 votos através do diálogo.
O parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) orientava os parlamentares de Serra Talhada rejeitassem a contas, com ressarcimento aos cofres públicos, pelo ex-prefeito, de mais de R$ 700 mil reais. Votaram a favor do parecer apenas Sinézio Rodrigues, Gilson Pereira, Marcos Oliveira, Paulo Melo e Dr. Barbosa.