Maioria dos deputados pernambucanos votam a favor da Reforma Trabalhista enquanto trabalhadores vão as ruas em protesto

Trabalhadores de todas as áreas decretam Greve Geral  e vão as ruas, nesta sexta-feira (27), em protesto contra a reforma da previdência proposta pelo Governo de Michel Temer e seus aliados.

Enquanto isso, a maioria da bancada pernambucana votou a favor projeto e contra os direitos adquiridos, pois, segundo a deputada Teresa Leitão (PT), a proposição “rasga a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e faz com que as normas do Direito do Trabalho voltem à década de 1940”. Somadas à proposta de reforma da Previdência e à Lei da Terceirização, as medidas deixam os trabalhadores “em situação de vulnerabilidade e desprovidos de qualquer retaguarda legal”. Confira:

 

André de Paula PSD *Sim*
Augusto Coutinho Solidariede *Sim*
Adalberto Cavalcanti PTB *Sim*
Betinho Gomes PSDB *Sim*
Bruno AraújoPSDB *Sim*
Cadoca PDT *Sim*
Daniel Coelho PSDB *Sim*
Danilo Cabral PSB *Não*
Eduardo da Fonte PP *Não*
Fernando Coelho Filho PSB *Sim*
Fernando Monteiro PP *Sim*
Gonzaga Patriota PSB *Não*
Jarbas Vasconcelos PMDB *Sim*
Fernando Coutinho PSB *Sim*
Jorge Côrte Real PTB *Sim*
Kaio Maniçoba PMDB *Sim*
Luciana Santos PCdoB *Não*
Marinaldo Rosendo PSB *Sim*
Mendonça Filho DEM *Sim*
Pastor Eurico PHS *Não*
Ricardo Teobaldo PTN *Sim*
Silvio Costa PTdoB *Não*
Tadeu Alencar PSB *Não*
Wolney Queiroz PDT *Não*
*Total Pernambuco: 24*
*NÃO: 08 VOTOS*
*SIM: 16 VOTOS*
Vergonha: Os três ministros pernambucanos de Temmer, Mendonça Filho (educação), Fernando Bezerra Filho (Integração) e Bruno Araújo (cidades) foram exonerados dos cargos para garantir o SIM como deputados aptos a participarem da votação, em seguida retornaram aos ministérios, ainda na quarta-feira (26). Agora enfrentam a fúria das centrais sindicais, movimentos sociais e dos trabalhadores.