Líder comunitária do Vila Bela fala dos desafios de concorrer à Câmara de Serra Talhada pela primeira vez e admite ausência do grupo que apoiou após as eleições

ana-ferraz
A presidente da Associação de moradores do residencial Vila Bela, em Serra Talhada, Ana Ferraz, concorreu pela primeira vez a uma vaga na Câmara de Vereadores de Serra Talhada, pelo PR, e obteve 23 votos (e não os 328 que divulgamos anteriormente com base nas informações repassadas pela a própria Ana). Em entrevista exclusiva ao parceiro Francisco Carlos, do jornal A Jornada On-line, ela conta os desafios, frustrações por não ter colocado os projetos em prática e as incertezas quanto ao futuro diante da ausência de quem apoiou.

 

“Queria que Sebastião e Victor Oliveira e Allan Pereira procurasse cada um de nós, porque nós candidatos a vereadores ficamos desempregados, eu tinha projeto bom mas não deu, porque se a gente ganhar um emprego, o salário vai ser como um pão, vamos repartir. Victor não ganhou, mas queria que ele me procurasse, porque o prefeito (Luciano Duque) não vai ajudar nós porque não acompanhamos o partido dele, ele vai apoiar que o apoiou”, disse.

 

Ela lembra que no pouco tempo de campanha, Victor ficava junto dela, abraçando, mas o que a deixa triste agora é porque depois da eleição ele não procurou mais a mesma, nem a comunidade. “Não deu para fazer o dia das crianças, mas disse aos meninos do Vila Bela, que me procuraram para ganhar presentes, que espero poder comemorar o natal com eles”, acredita. Assista ao vídeo:

Ana continua o trabalho no Vila Bela, onde segundo ela, está abandonada, sem vereador representando, no entanto, mantém fidelidade ao grupo oposicionista na esperança que faça alguma coisa pela comunidade, que é uma das mais carentes de Serra Talhada.

 

“Não me arrependo de ter apoiado Victor e Marquinhos Dantas, se for pra deputado, estadual ou federal, tô junto com eles. Foi uma campanha difícil para nós, queria que ele comparecesse para colocar a associação comunitária pra frente, porque tem muita gente no Vila bela passando necessidade, muita criança passando fome”, lamenta Ana.

 

Ao mesmo tempo comemora a intervenção da Secretaria Estadual de Transportes, coordenada por Sebastião Oliveira que está realizando uma intervenção para melhorar o acesso ao Vila Bela. Questionada sobre o que espera do prefeito reeleito Luciano Duque (PT), Ana respondeu que espera que o gestor faça pelo bairro, pois “não fez nada ainda”, já que ele teve bastante voto lá.

 

“(Luciano) não é um mau prefeito, mas o que derrota são as pessoas que trabalham com ele. Procurei ele uma vez na Prefeitura e disseram que ele não estava, mas sei que estava. Luciano pode fazer não por mim, mas pela comunidade, pois foi eleito com o voto dos mais pobres”, lembra. Assista ao vídeo:

Sobre a candidatura, Ana Ferraz afirma que tinha o projeto de utilizar garrafas para desenhos e bordados ajudar menores em situação de risco, não foi possível colocar em prática, mas experiência da campanha foi muito boa, apesar das dificuldades. “Passava fome, andava de sol a sol e durante estas visitas, encontrei muita gente com fome, pedindo comida, passando sede, mas explicava que naquele momento não tinha condições, mas chegando na Câmara teria como ajudar”, afirma emocionada. Não foi entendida, ou perdeu a batalha para os candidatos com mais poder aquisitivo, mas a esperança continua e garante que daqui a quatro anos será candidata novamente, pelo mesmo grupo.

Um Comentário

  • Antonio Nogueira

    Parabéns Ana pela entrevista, achei positivo quando você falou q nós batalhamos juntos qua der Vito e Marquinho que não aparece. Eu mesmo nunca mais vi eu não sei o q vai ser feito de mim, vamos esperar