Justiça eleitoral protocola intimação para candidatos da “Frente Popular de Serra Talhada”

victorO Juiz da 71 ª Comarca Eleitoral de Serra Talhada, agendou para o dia 7 de outubro, uma audiência no Cartório Eleitoral, com os candidatos da “Frente Popular de Serra Talhada”, Victor Oliveira e Marcos Dantas.

Segundo informou Dr. Marcos Gadelha ao blog de júnior Campos, “trata-se de representação interposta pela Coligação Majoritária “O Trabalho Vai Continuar” em face de Victor Oliveira Rollemberg, Marcos André Pereira de Moura e Mabel Nogueira, por suposta afronta ao previsto no artigo 73, I, da Lei 9.504/1997”.

No despacho Dr. Marcus Gadelha, que atendeu o pleito do Ministério Público Eleitoral reforça que Victor e Marcos teriam se utilizado de imóvel público para a realização de evento de campanha eleitoral, tendo promovido um encontro para expor suas propostas durante o horário de trabalho dos professores e horário de aula dos alunos do Centro Tecnológico em Serra Talhada/PE.

A Justiça Eleitoral marcou para o dia 19, as ouvidas de testemunhas de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) em relação ao caso da denúncia de uma moradora do bairro Vila Bela, alegando que familiares do prefeito-candidato, Luciano Duque, teriam lhe prometido pagar contas de água atrasadas. Além da oitiva da denunciante, a dona de casa Eliane Maria dos Santos, radialistas da cidade irão prestar depoimento, já que a moradora buscou uma emissora local para expor o fato polêmico.

“Já ocorreu a primeira audiência sobre este caso no dia 20 deste mês (setembro). O juiz marcou para ouvir a denunciante e os radialistas e já ocorreu a primeira audiência, mas como um deles está de licença [por questão de saúde], a audiência foi remarcada para o dia 19 de outubro”, detalhou o advogado Gabriel Nunes, da Frente Popular, ao Farol de Notícias.