Jovem provoca confusão e se autoflagela durante desfile das Lacraias da Pitu em Serra Talhada

O evento festivo Bloco das Lacraias do Pitu realizado na Lagoa Maria Timóteo, centro da cidade, transcorria tudo dentro da normalidade até as 02:30 da manhã desse sábado (13), momento em que se iniciou-se um principio de confusão envolvendo o acusado e outros foliões ,

 

Policiais Militares do 14º BPM fez a intervenção e o José Gidailson Lima e Silva, 20 anos, residente no Bom Jesus, Serra Talhada foi conduzido ao posto de comando por estar muito alterado e como não houve na ocasião nenhum delito nem vítimas, o acusado após se encontrar mais calmo foi liberado e conduzido gentilmente para fora do evento.

 

Porem minutos após o mesmo retornou e mais agressivo entrou novamente no evento e começou a xingar os policiais chamando-os de soldados de merda e chamando eles para brigar, diante da situação e do visível descontrole do acusado os policiais aqui identificados, usaram da força moderada contendo o imputado e o conduziram ao posto de comando , onde foi colocado no espaço eu é cercado por uma armação de ferro , em seguida o mesmo começou se alto agredir se jogando com a cabeça na armação de ferro, se esmurrando , momento que foi visto por diversos policiais e populares, alem de enfiar o dedo no ouvido causando pequenas lesões.

 

Diante dos fatos, por ser visto os sinais de embriaguez e também de apresentar ter feito uso de alguma substancia ilícita, o imputado foi novamente contido para evitar que ele se machucasse ainda mais, o mesmo começou a se reclamar de dores no ouvido e na cabeça e passou a acusar o efetivo das agressões que ele mesmo havia provocado logo em seguida o acusado foi conduzido ao Hospam e teve um surto se debatendo gritando agindo de forma descontrolada. Ele foi atendido pelo medico de plantão onde naquele momento o medico não contatou lesões físicas causadas por agressão e confirmou a suspeita de ingestão de bebida alcoólica e de substancias ilícitas como compra o laudo preliminar emitido pelo médico em anexo neste BO. Em seguida o imputado foi conduzido a DPC, porém no trajeto o mesmo surtou e começou a se debater se jogando no chão sendo amparado pela testemunha José Carlos que é seu primo e presenciou o ocorrido.

 

Diante da situação o imputado por não ter condições de realizar o procedimento penal, o mesmo junto com seu primo foi reconduzido ao Hospam e lá foi sedado ficando hospitalizado naquela unidade. O policiamento retornou a DPC apresentou os fatos e confeccionou o BO entregando a autoridade policial para que fossem tomadas as medidas cabíveis.