Jovem denuncia que sofreu preconceito racial em frente a Escola estadual de Serra Talhada

Mesmo com as celebrações do dia da Consciência negra, a intolerância e o preconceito ainda acontecem de forma deliberada em Serra Talhada. Adriana Freitas afirmou que ao passar próximo a um escola estadual da cidade foi ridicularizada por um grupo de estudantes que cantavam músicas de cunho preconceituoso devido um turbante que a mesma usava na cabeça e a cor da pele da jovem. Escute o áudio: