Internauta diz que “Acorda Serra Talhada” é um movimento de natureza puramente político!!!

O internauta Cícero entrou na polêmica da discussão sobre a aprovação da Lei da Taxa do Lixo em Serra Talhada. O Alvo foi o Movimento Acorda Serra Talhada que questiona o projeto do executivo e aprovado pelos vereadores governistas. LEIA AQUI

O Movimento Acorda Serra Talhada colheu assinaturas no último final de semana na entrada da Estação do Forró, onde acontece o espetáculo “O Massacre de Angicos”, onde munidos de carro de som e o abaixo-assinado que já conta com cerca de 2 mil assinaturas para fortalecer o pedido de uma Ação Pública junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para barrar o projeto.

Mas segundo Cícero, o Acorda Serra Talhada não tem legitimidade alguma.  “É um movimento insurgente promovido e bancado por políticos oposicionistas, pois nesse caso, não se tem aí um movimento de iniciativa popular, mas uma trama política suja e covarde, que é o caso desse enredo contra a TCR, idealizado, preparado, divulgado e mantido por vereadores da Oposição, mancomunados com oliveiranistas derrotados nas eleições de 2016, meros oportunistas que, malandramente, visando apenas sua autopromoção e projeção política, insuflam munícipes a se insurgirem contra a TCR, tributo necessário à manutenção da limpeza e higienização do município e que consta da legislação de todas as cidades do Brasil e das nações civilizadas do mundo.

Todo esse escarcéu promovido pela oposição com fins unicamente políticos não se sustenta nem se justifica, já que o tributo em comento foi legalmente APROVADO pela maioria dos vereadores na Câmara, tendo a votação seguido piamente os trâmites legais, sendo a referida taxa, portanto, instituída de forma absolutamente legal e pronto!!! Além de legal, esse tributo, que teve seu VALOR REDUZIDO EM 50%, é extremamente necessário à manutenção da limpeza e higienização do município e consta da legislação de todas as cidades do Brasil e das nações civilizadas do mundo. É, pois, uma taxa de suma inportância e plenamente necessária.

Querem derrotar um adversário político??!! Que o derrotem nas urnas, e não no grito nem na malandragem”, finaliza.

Com a palavra os integrantes do movimento.