Incêndio atinge terreno do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em Serra Talhada, no Sertão

Um incêndio de média proporção começou por volta do meio dia (12h) desta teça-feira (22) em um terreno por trás do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.
De acordo com informações do Âncora do Sertão, o fogo se alastrou durante cerca de 15 minutos, enquanto servidores e profissionais do IPA estavam tentando debelar as chamas que se alastraram por algumas caixas modelo brasilit, dentro da área de trabalho técnica do instituto. No inicio do incêndio, os servidores e profissionais, colaboraram na tentativa de não deixar o fogo se alastrar nas residências no contorno das chamas, até a chegada do Corpo de Bombeiros Civil na área, terminando de romper o incêndio.

 

Os servidores estavam em horário de trabalho normal no escritório, quando notaram a fumaça e foram até o local. Um dos funcionários relatou que os moradores jogam lixo na área pública e uma das moradoras havia a pouco queimado lixo, o que havia provocado o incêndio.

A reportagem do Jornal Âncora do Sertão conseguiu conversar com o senhor Tito Ferraz, supervisor do IPA em Serra Talhada . “Uma vizinha do prédio tinha um mato aqui do lado de dentro e colocou fogo, um pouco distante daqui, achando que não iria passar pra cá e veio uma faísca e entrou aqui onde estava esse depósito e provocou o incêndio. Estávamos em horário de trabalho e corremos para cá para não deixarmos o fogo se propagar. Iniciamos os trabalhos de combate ao incêndio até os Bombeiros chegarem e controlar totalmente. Algumas dessas caixas que estavam aqui no ponto, eram caixas quebradas, danificadas, que não tinham mais utilidade. As que estavam inteiras retiramos. Então, não houve prejuízo material, apenas o risco de intoxicação. Assim, o combatemos, utilizamos os extintor da empresa e vamos proceder agora, de imediato, com uma limpeza na área, tirando o que tiver, já para evitar um futuro novo incêndio”, relata o supervisor a causa do incêndio e as providências que serão tomas pela instituição.

De acordo com Tito Ferraz, a situação é difícil de ser fiscalizada já que os moradores ficam jogando lixo na área pública do IPA e causa acidente como esse incêndio. “É difícil agir dessa forma, pois não temos força de lei para fazer isso. O que vamos fazer é limpar e deixar o muro bem asseado para que volte a acontecer, possamos entrar em contato com a delegacia, força policial e denunciar para que não façam isso, pois jogar lixo aqui pra dentro é complicado”, disse Tito Ferraz, supervisor do IPA.

Imagens: Robério Sá

Imagens: Robério Sá

incendio 4