Homens são presos em Distrito de Flores acusados de praticar assaltos na BR-232

Dois suspeitos de práticas de assalto foram presos às margens da BR-232, na entrada do distrito de São João dos Leites, zona rural do município de Flores, Sertão do Pajeú.

Assaltantes-523x465

Policiais Militares da Equipe GATI se depararam com os dois acusados deitados no chão e rodeados por populares revoltados. Segundo testemunhas, o motorista da sprinter flagrou Jesus Gonçalo da Silva, 29 anos, casado, residente em Roças Velhas, Zona Rural, Calumbí – PE no interior do veículo demonstrando muito nervosismo, diante da suspeita, o motorista acionou uma das testemunhas, que de imediato passou a realizar o acompanhamento do veículo,  interceptando-o próximo ao acesso de São João dos Leites, retirando o suspeito de dentro do veículo.

 

Outras testemunhas seguiram e detiveram também o Cícero Bezerra Ferreira, 22 anos, pedreiro, residente na Cohab, Rua 24, Serra Talhada – PE, que estava na entrada do Distrito de São João dos Leites, este estava em uma motocicleta com a placa coberta por uma bolsa plástica.

 

Os acusados entregaram as testemunhas um simulacro pistola de metal. Na ocasião um policial militar ia passando e ajudou na ocorrência, efetuando a prisão dos suspeitos e solicitando a presença de uma guarnição para condução dos mesmos para delegacia.

 

Cícero informou que estava na entrada de São João dos Leites esperando uma irmã que viria na sprinter, diante da informação o policiamento foi até a casa da irmã do acusado e sendo indagada sobre o relato do acusado a mesma informou ser mentiroso o seu comentário, relatando ainda que o acusado havia deixado um celular na casa de uma outra irmã e que as mesmas não sabiam a procedência do aparelho.

O aparelho foi apreendido e, juntamente com os acusados, entregue na DPC de Serra Talhada – PE, onde foi instaurado um Inquérito por Portaria. Segundo os policiais, os elementos detidos, são suspeitos de estarem praticando vários assaltos à veículos e transeuntes, aterrorizando os moradores da localidade.

Um Comentário

  • Luiz Mendes

    ATENÇÃO!

    Estes vagabundos drogados e com uma arma na mão são a besta fera satanás em pessoa.

    Gostaria de deixar aqui o meu elogio ao gênio que resolveu colocar dois quebra molas extremamente irregulares, uma vez que, são pontudos, não suaves (o que impossibilita em uma fuga de assaltantes passar por ele em alta velocidade sem danificar o carro), mau sinalizados e dependendo da velocidade que se venha e não o veja pode ocasionar o capotamento ou graves danos ao automóvel (isto por parte de quem não conheça o trecho), já quanto aos motoristas que conhecem o trecho e que são obrigados a transitar por lá a noite ou dia, estes estão nas mãos dos assaltantes que tem naquele local a oportunidade perfeita para realizar os seus assaltos porque os motoristas tem que praticamente pararem seus carros para passarem por aqueles, não quebra molas, e sim facilitadores de assaltos. Me refiro aos dois quebra molas que ficam bem antes de Jatiúca na PE-365 e próximo a uma Escola no sentido Serra Talhada a Triunfo. Aquilo ali é um perigo, uma armadilha a qualquer hora, que dirá a noite, um tremendo absurdo e uma baita falta de respeito a vida do condutor que por ali trafega, isto por parte dos responsáveis por aquela loucura. Tem que saber se a responsabilidade daquela irresponsabilidade é da Prefeitura de Santa Cruz da Baixa Verde ou de algum morador da localidade, e cobrar a retirada imediata daquela armadilha.

    Recentemente trafegando por lá em viagem que fiz a Triunfo, quando retornava de na madrugada de sábado (03/10/15) , achei estranho o movimento de motoqueiros – tinha mulher na parada – (3 e ao total seis) pelo trecho às 03:45, e um carro que ia bem a minha frente não teve a mesma sorte que eu, no trecho dos quebra molas, estava parado e sendo vasculhado pelos vagabundos (Deus permita que o motorista e demais não tenham sofrido nada), e quando percebi que se tratava de um provável assalto avancei rápido para o outro quebra mola que exigiu a redução da velocidade a praticamente 0 km em uma situação de alto perigo como aquela, e ao passar e já desconfiado que tivesse outros vagabundos a frente, cheguei a 140 km e ao tentarem empreenderem perseguição, sumiram pelo retrovisor e consequentemente, pelo que percebi, ligaram para os comparsas (mais 3) que vieram no sentido de Triunfo mas não tentaram me parar devido a velocidade que já estava a 150 km (tive medo de tiros, que não ocorreram), era tudo ou nada.

    A população e principalmente os motoristas de Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Jatiúca e Serra Talhada tem que se unirem em abaixo assinado e solicitarem a retirada daqueles quebra molas facilitadores de assaltos, mortes, homicídios e acidentes ao Ministério Público da cidades citadas. As providências por parte do Ministério Público, podem ter certeza, serão imediatas.

    A vocês que costumam transitar por quele trecho no início da noite ou na madrugada, aviso que o melhor a fazer é não transitar por lá, o risco de sofrer um assalto e até de levar um tiro dependendo do grau de nervosismo regado a álcool, cocaína ou crack que o assaltante tenha usado, é muito grande. Isto porque quando um assaltante que está excessivamente drogado e com a adrenalina a mil, ela ver coisas que não existe a não ser em sua alucinação, como por exemplo, ele ou ela pode pensar que o assaltado está com uma arma, vê ele com uma arma e atira, embora o assaltado não tenha nenhuma arma, é aí que está o perigo de se encarar um assaltante armado e drogado a noite nas bocadas das estradas como a que me referi aqui.

    BOA SORTE E QUE O MISERICORDIOSO PROTEJA A TODOS.