Homem é assassinado em frente a delegacia de Floresta, no Sertão de Pernambuco

Um homem foi assassinado a tiros no Centro de Floresta, no Sertão de Pernambuco. O crime aconteceu em frente à Delegacia de Polícia Civil local por volta das 19h30 desta sexta-feira (25).

berinho

De acordo com fontes do Blog do Elvis, pelo menos um homem teria se aproximado da vítima e efetuado vários disparos com arma de fogo. Tibério Gilberto Novaes Menezes, conhecido por “Berinho Novaes” tinha 33 anos e chegou a ser socorrido com vida para o Hospital Coronel Álvaro Ferraz, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na unidade de saúde.

As motivações para o crime são desconhecidas, no entanto, O irmão de “Berinho “, Glaubert Menezes Novaes, mais conhecido como “Gaga”, foi assassinado no dia 6 de dezembro de 2015 em Floresta e sua esposa baleada. A Polícia Civil investiga o caso.

O último homicídio na cidade havia ocorrida no dia 19 deste mês: LEIA A NOTÍCIA AQUI

Um Comentário

  • Michael

    Políticos são bandidos e se organizam em gangues chamadas partidos
    Todos os nossos políticos estão contaminados pela malversação do dinheiro público e com as chicanas que acontecem nos bastidores dos projetos de leis e da maioria da legislação que influencia a configuração do entendimento na interpretação pela justiça.
    A maioria é despreparada e joga na total falta de cultura e conhecimento dos eleitores e assim são produzidos os cacarecos da vida que se multiplicam em período de crise.
    Apenas 15 estados conseguem pagar salários em dia, todos estão atrasando pagamentos de fornecedores.
    O pior, é que a receita está desabando, sendo que a situação é muito pior hoje do que há um ano. “A euforia do mercado financeiro e dos analistas com uma suposta recuperação da economia não bateu no caixa dos estados, muito pelo contrário, eles estão esvaziando cada vez mais rápido
    Existe hoje no Brasil uma guerra civil entre as polícias e o crime organizado que tem provocado a morte até de crianças!!! Essa guerra não tem data para terminar porque os criminosos constituem um poder paralelo disseminado em inúmeras cidades do Brasil e que chegam em alguns casos a controlar os presídios como verdadeiras células organzacionais cuja violência já merece o qualificativo de “terrorismo”.
    Muitos brasileiros queriam que as Forças Armadas fossem convocadas para entrar nesta guerra, visto que as polícias estão encontrando sérias dificuldades para vencer o inimigo.
    Outra parte dos brasileiros é contra a participação das Forças Armadas na guerra contra o crime. Esses brasileiros alegam que os militares são treinados para a guerra, não estando preparados para enfrentar os bandidos. E o que pensam os comandantes das Forças Armadas a respeito?
    Como eles não podem falar, até agora não era possível sabermos a se eles são a favor ou contra a sua participação nesta guerra, para a qual os soldados poderiam ser treinados.
    Mas agora, pela primeira vez os comandantes recorrem ao anonimato para se declararem CONTRA A PARTICIPAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA GUERRA CONTRA O CRIME ORGANIZADO. (v. matéria do Estadão abaixo)
    Fica então estabelecido definitivamente que continuaremos em guerra num país que já ocupa as primeiras posições do planeta em número de assassinatos (mais de 50 mil por ano).
    As Forças Armadas foram essenciais para derrotar os comunistas.
    A sua missão constitucional é defender o país contra ameaças externas e não internas.
    Como a ameaça externa do comunismo foi extirpada, os militares têm sido convocados para outras missões, já que uma guerra contra invasores externos é algo que hoje não passa de uma ficção política.
    Neste contexto, a principal missão das Forças Armadas deveria ser a de combater os criminosos não políticos, incluindo os corruptos.
    Para isso teria que ser aprovada uma emenda constitucional.
    Esse argumento de que os soldados não estão treinados para enfrentar o crime é uma balela, pois eles já poderiam ter sido treinados para essa função há muito tempo. E como o nosso sistema presidiário está falido, tempo é que não vai faltar para este treinamento.
    Que tal o Governo Temer trocar os atuais comandantes das Forças Armadas colocando no lugar deles generais que concordam em participar da guerra contra o crime organizado?
    PS 1: Até o Supremo Tribunal Federal se posicionou contra o bloqueio dos celulares nos presídios, alegando que para isso seria necessária uma lei federal. Assim os chefes do crime organizado continuarão livres, dentro dos presídios, para dirigir e orientar seus militantes.
    PS 2: Numa cidade onde o indivíduo é assassinado em frente de uma delegacia, o que esperar de uma administração destas? Bandidos soltos.
    PS 3: Pagamos os funcionários públicos. Cadê a lista dos funcionários da câmara de vereadores, com os respectivos salários. Inclusive os assessores dos vereadores, grau de parentesco, horário de trabalho e atribuições?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *