Historiador acredita que o prefeito Luciano Duque é favorecido pelo fato da maioria dos Serra talhadenses “votarem em cores e não em partidos”

Na avaliação do historiador e pesquisador político, Luiz Ferraz, Sebastião Oliveira apoiaria mesmo Luciano Duque no PT pois em Serra Talhada se vota em cores e não em partidos. Na opinião de Luiz, a presidente Dilma saindo do governo acaba-se a tese de não apoiar o prefeito Luciano devido ele ter um modelo de governo diferente, pois sem o PT no poder o modelo de gestão passa a ser unicamente dele e não mais do partido.
E exemplifica: tal como aconteceu com Marina Silva que foi candidata pelo PSB mais na verdade o modelo de gestão e o partido dela é a REDE. Então se o PT sair do governo, Luciano passa a ser candidato dele mesmo e nao do partido. Ele passa a ter nome e estrela própria, coisa que nao aconteceu na eleição passada pois o PT quis ficar para si os méritos da eleição de Luciano ao invés de deixar o méritos para ele próprio.
“Tanto o PT como também Carlos Evandro se acham no mérito de dizer que foi quem elegeu Luciano.Pois vejo luz própria em Luciano independente em que partido esteja, pois na verdade ele mais perdeu do que ganhou sendo filiado ao PT.  No meu ponto de vista o povo em 2012 queria Luciano podia ser em qualquer partido

Quem acreditar no contrario eu faço uma pergunta: Porque então o PT não elegeu Fonseca em 2004 no auge da onda vermelha e Lula com apenas 2 anos de mandato com a imagem se nenhum arranhão?

Porque Carlos Evandro como prefeito aumentou a diferença de votos dele para Geni de 16 x 15 mil quando não era prefeito em 2004 para 20 x 16 depois de 4 anos de mandato em 2008 ?

Então na minha visão 80 % da votação de Luciano foi unicamente dele. Os outros 20 % fica fatiado entre o apoio do prefeito a época e a sua filiação e apoio incondicional do PT nacional e municipal. Os méritos são dos três. Cada um com sua parcela de ajuda.