Governo federal já cortou quase 800 mil famílias do Bolsa Família

Sem alarde, a Presidente Dilma Rousself começou a passar a tesoura nos programas sociais. O Bolsa Família, carro-chefe da administração petista, sofreu neste ano o mais profundo corte desde que foi criado, há onze anos. Apenas no primeiro semestre de 2015, 782.313 famílias deixaram de receber o benefício.

O Programa Habitacional Minha Casa minha Vida também também vai sofrer cortes. O governo se reuniu com ministros e decidiu ressuscitar o Imposto sobre o Cheque – CPMF, acabar com a isenção de impostos na compra de aparelhos eletrônicos, entre outras. A reforma administrativa prometida pela presidente deve sair até o fim deste mês.

Para reforçar a arrecadação de 2016, que tem uma previsão orçamentária de R$ 30,5 bilhões deficitária, além de um aumento na Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre combustíveis, o executivo está discutindo o encaminhamento da Medida Provisória 691, que autoriza a União a vender imóveis de sua propriedade, incluindo os terrenos de Marinha.