Governo do Estado libera empréstimos consignados em seis anos para servidores pernambucanos

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) ampliou o prazo para os servidores pagarem empréstimos consignados do Poder Executivo, através do decreto 41.964.

O socialista ampliou o prazo para pagamento descontado diretamente na folha de pagamento para seis anos (72 meses). Antes, o prazo era de, no máximo, sessenta meses.   A ampliação do prazo vai trazer alívio ao aperto financeiro dos servidores do Executivo, mas não passa de um paliativo, já que o ideal seria o aumento salarial.

Mas o governo alega crise financeira e o Estado não pode ultrapassar o limite de gastos permitido pela lei de Responsabilidade Fiscal, no os demais poderes seguem dando aumentos às suas categorias: Assembleia, TCE, Ministério Público do Estado e Tribunal de Justiça.

O governador bem que deveria economizar enxugando a máquina diminuindo cargos comissionados sem relevância para acomodar ex-prefeitos ou candidatos aliados derrotados nas últimas eleições.