Governo de Pernambuco nega apoio para a tradicional Festa Viva Gonzagão em Exu

Desde o ano de 1989, ano em que Luiz Gonzaga morreu e Gonzaguinha inaugurou o museu no Parque Aza Branca, todo mês de dezembro tem festa em Exu, no Sertão do Araripe pernambucano, onde se comemora o aniversario do rei do baião.
Com o passar dos anos, os artistas que tanto foram ajudados por Luiz Gonzaga, foram abandonando a festa e assim a festa viveu altos e baixos. Com a entrada do Governo do Estado de Pernambuco como parceiro e incentivando a cultura, a festa começou a crescer, mas como tudo que é bom dura pouco, os governantes também esqueceram aquele que divulgou, amou e lutou tanto pela sua terra, que foi Luiz Gonzaga, o rei do baião.
O administrador do parque Aza Branca, Júnior Parente, filho do saudoso Beba que tanto levou a bandeira gonzaguiana, vem todos os anos nesta batalha do desprezo e esquecimento da festa de Luiz Gonzaga, que ano após anos, além de não dar uma atenção à altura do homenageado, deixa para repassar as migalhas encima da hora faltando pouco mais de quinze dias para as festividades.
De acordo com o Exu Notícias, Júnior Parente procurou diversas autoridades para ajudar na festa este ano, mas infelizmente na cúpula do governador Paulo Câmara ninguém soube como ajudar ou resolver e da à atenção que Luiz Gonzaga merece, a ponto de Junior Parente encontrar com o secretário de Cultura do Estado de Pernambuco e o mesmo não saber sequer onde fica Exu, e nem saber que existe o Parque Aza Branca.
Uma vergonha para um secretário estadual de Cultura, há um mês o prefeito de Exu, Léo Saraiva, se filiou ao PSB, partido do governador Paulo Câmara, que deveria usar seu prestigio para interceder ao aliado político para não deixar passar em branco a festa de Gonzaga como é conhecida em Exu. Inclusive, Exu é hoje conhecida a nível nacional pelo amor e a divulgação que Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, fazia de sua terra.