Governador retira R$ 70 milhões da recuperação de rodovias e coloca no FEM, mas secretário de Transportes diz que pavimentação em Serra Talhada está garantida

Sem alarde como é do feitio dele quando a agenda é negativa, o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) mandou para a Assembleia Legislativa o projeto de lei 394/2015, para aumentar o caixa do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) em R$ 70 milhões de reais.

 

Só que os recursos sairão do Fundo Rodoviário de Pernambuco (FURPE), um fundo estadual destinado principalmente a obras de manutenção e recuperação das rodovias estaduais, e irão para o FEM, fundo cujo objetivo é repassar recursos para os prefeitos fazerem suas obras e gastos locais.

 

Geralmente, o fundo é usado pelos prefeitos para obras simples, como calçamento de ruas. Mas mesmo com o duro corte, o secretário de Transportes Sebastião Oliveira garantiu que não vai alterar o calendário de pavimentação da PE-414, estrada que liga Serra Talhada ao distrito de Bernardo Vieira.

 

Segundo o secretário serratalhadense, os cortes no orçamento da pasta na ordem de R$ 70 milhões não vão prejudicar os projetos básicos e executivos. Portanto, acredita que em dezembro ou no máximo em janeiro, esteja acontecendo a licitação” para a obra na capital do xaxado.