Governador Paulo Câmara cumpre agenda no Pajeú, onde lança projeto do Hospital do Sertão, entrega escolas e estradas mas insegurança fica de fora

A agenda do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, no Pajeú, a partir das nove da manhã desta quinta-feira vai começar por Serra Talhada, onde vai conhecer e lançar o projeto do Hospital Geral do Sertão, em área doada de  34 mil metros quadrados, pela empresa Eduardo Construções.

“Vamos cobrir essa vazio  assistencial de traumas entre Petrolina e Caruaru. O governador entendeu que tinha importância lançar o edital em Serra Talhada e ver o terreno”, disse o secretário de transportes, Sebastião Oliveira, ao programa Frente a Frente, com Magno Martins.

Em seguida segue para Afogados da Ingazeira para a entrega a escola municipal Domingos Teotônio, inauguração da PE 292, passando por Iguaracy e Albuquerque-né, em Sertânia.

Por volta das 17h30, inaugura a Estada de Fátima, em Flores, obra iniciada ano passado na gestão da ex-prefeita Soraya Murioka, do PR de Sebastião Oliveira.

A insegurança diante da onda de crimes e assaltos, inclusive nas estradas (principalmente entre Serra Talhada e Floresta) não será pauta da agenda. Nenhuma sinalização quanto ao aparelhamento da polícia e melhoria no efetivo. Vereadores das duas cidades externaram a preocupação nas últimas sessões das Câmaras e pediram providências, alguns deputados da região também já pediram providências e não foram atendidos.

“Em Floresta, Serra Talhada e Trindade o índice de insegurança aumentou bastante”, enfatizou o o deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB).