Floresta registra 2 homicídios em menos de 12 horas. Em Afogados, homem é morto a punhaladas

Os cerca de  30 mil habitantes de Floresta, no Sertão,  estão assustados com tanta violência. Primeiro um moto-táxi foi morto a tiros por volta das 10h00 da manhã deste domingo (6).

bae1

Manoel Luiz Nogueira de Sá, de 43 anos, era conhecido na comunidade como “Baé” (acima), estava vestido com o uniforme de trabalho em frente ao Hotel Floresta, na Avenida Manoel Alves de Carvalho, quando foi assassinado. Segundo populares, dois homens teriam se aproximado em uma moto e efetuado os disparos.

O corpo foi encaminhado para o Hospital Álvaro Ferraz, na área central da cidade. A segunda vítima foi Glauter Menezes Novaes, mais conhecido como Gagá (abaixo). Ele tinha 41 anos e foi morto no bairro da Cohab.

glaubert-gaga-homicidio-em-floresta-pe1

De acordo com informações obtidas pelo blog parceiro O Povo com a Notícia, a esposa de Gagá também foi atingida por disparos de tiros. A professora Lilian Kiara Alves Diniz foi socorrida para o Hospital Álvaro Ferraz, na área central da cidade de Floresta. Devido a gravidade dos ferimentos, ela precisou ser transferida para Recife, a capital pernambucana.

As pessoas que assassinaram Gagá estavam em um carro quando invadiram a residência e efetuaram vários tiros. O corpo permaneceu no local do crime até às 0h23 desta segunda-feira (7), durante o fechamento desta matéria. A Polícia Civil investiga o caso. Ninguém foi preso.

Uma passeata pela paz será realizada neste sábado (12). A concentração será em frente a Escola Deputado Afonso Ferraz, a partir das 16h30. Os organizadores do evento convidam toda a população florestana a sair das suas casas e cobrar providências do governo. Os interessados poderão vestir camisa branca, além de levar cartazes com frases de apoio.

Em Afogados da Ingazeira-PE o crime aconteceu na Rua Bom Jesus, nº 25, Vila Bom Jesus, por volta das 20h00 desse domingo (06).

 

Uma testemunha informou que P. E. P, 26 anos, residente no Bairro São Francisco entrou na casa de W. O. C, 24 anos, solteiro, agricultor, e começou uma discussão entre ambos. Quando a testemunha chegou à residência para verificar o que estava acontecendo, encontrou o acusado desferindo golpes de punhal na vítima, tendo a testemunha tentado ajudar, no entanto, correu devido o imputado ter partido para cima dele para fura-lo também.

 

O acusado fugiu e a vítima foi socorrida por populares para o hospital Regional, minutos após veio a óbito devido a gravidade dos ferimentos. Segundo a testemunha eles tinham uma rixa antiga e desde cedo o imputado andava rondando a casa da vítima. O policiamento continua as rondas na tentativa de localizar o imputado, a ocorrência foi passada a disposição da DP para serem tomadas as medidas cabíveis.