Faltam médicos em especialidades na UPAE de Serra Talhada, para piorar, não tem serviço público de hemodiálise

Mais uma vez o governo do Estado de Pernambuco deixa faltar o básico em Serra Talhada: saúde. Sem atendimento de um médico urologista na UPAE de Serra Talhada, dona Maria Alice teve que conseguir dinheiro emprestado para pagar o tratamento urgente para o esposo

Desde outubro do ano passado, das 14 especialidades que deveriam estar sendo oferecidas na Unidade Pernambucana de Especialidades, faltam médicos em três consideradas básicas: pneumologia, urologia e nefrologia, muitos profissionais pediram exoneração e outros foram devolvidos ao hospital regional da cidade. Além disso houve uma redução nos atendimentos oftalmológicos.

O coordenador médico da unidade, Dilson Lucena garante que apesar das deficiências, a UPAE beneficia mais de 200 mil moradores de 10 municípios da região com ofertas de exames e diagnósticos e serão contratados novos especialistas.

Ainda de acordo com o coordenador, mais de 9 mil consultas foram desperdiçadas no ano passado pela falta de encaminhamentos das prefeituras. Confira nossa matéria na TV Jornal:

Devido a falta de um nefrologista e estrutura no “quarto pólo médico”, os pacientes de Serra Talhada são obrigados a fazer hemodiálise em Arcoverde. Confira aqui

Um Comentário

  • paciente

    Dr Dilson deixe de conversa mole, estou com quatro meses aguardando um oftalmologista. Vou terminar fazendo particular pois estou precisando.