Ex-Prefeito de Flores não segue seu líder, Anchieta Patriota, ao defender impeachment de Dilma

No segundo turno das eleições de 2014, Dilma, em Flores/PE, foi majoritária conquistando 9843 votos, contra 1625 votos do candidato Aécio Neves.

No último domingo (17) o ex-prefeito de Flores, Marcone Santana, esteve em Brasília, acompanhando a comitiva de Danilo Cabral, deputado federal licenciado da secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, para apoiá-lo na votação de admissibilidade do processo de Impeachment da presidenta Dilma Roussef.

O ex-prefeito seguiu a vontade de seu chefe imediato no governo de Paulo Câmara, mas foi contra a vontade da maioria do povo de Flores que deu à presidente quase 10 mil votos (9843, que correspondeu a 85,83% dos votos válidos) nas últimas eleições de 2014, contra apenas 1625 votos do candidato do PSDB, Aécio Neves.

Além disso, Marcone está na contramão de seu chefe político e candidato a deputado estadual em 2014, Dr. Anchieta Patriota que, numa entrevista na Rádio Pajeu, de Afogados da Ingazeira, na última semana, declarou que jamais votariam a favor impeachment da presidente por respeitar a vontade da maioria dos sertanejos que preferem a manutenção do governo do PT e por considerar o processo inconstitucional.

Colaboração: Fábio Puentes.

Um Comentário

  • alberto

    Sabendo todos que os quase os dez mil votos que a dima obteve no municipio foi do apoio do ex-prefeito e da atual prefeita. O nosso deputado DANILO CABRAL não fez a loucura de sujar seu nome com seus eleitores de pernambuco e de flores como o SEBAOTIÃO que não falou em serra talhade que é sua terra natal e votou pela abstencão. E sabe tanto que sai da disputa municipal.