Estudantes franceses realizam intercâmbio no campus Serra Talhada do IF Sertão-PE

o campus Serra Talhada do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), recebeu essa semana a visita de um grupo de estudantes franceses, a fim de conhecerem um pouco sobre a história e práticas agropecuárias da região. As atividades de intercâmbio se deram por meio da parceria entre a professora de História do campus, Valéria Costa, com os professores da escola agrotécnica francesa, MRF Plabennc-pludaniel.

No segundo dia pela manhã, o encontro aconteceu no auditório do campus, onde houve uma breve explicação sobre a cultura e geografia brasileira e pernambucana. O Instituto também foi apresentado aos estudantes assim como seus funcionários e cursos. Para a professora Valéria Costa, o mais positivo em receber estudantes de outra nacionalidade é, sobretudo, pela troca de conhecimentos entre diferentes culturas. “O principal ganho aos nossos alunos é que eles tenham a experiência com estudantes de outra Instituição que assim como a nossa, preza pelo ensino, pesquisa, extensão, porém é diferente do ponto de vista cultural. Então essa troca de experiência é enriquecedora profissionalmente, culturalmente e também para construção de cidadania”, destacou a professora.

Segundo o professor Xavier Guiavarch, que viajou com o grupo de estudantes até Serra Talhada, três pontos foram primordiais para a escolha da região para a realização deste intercâmbio. “O primeiro foi porque tínhamos o intermediário, professor Juan Federer, que já conhecia o Instituto e articulou nossa vinda até aqui, o segundo ponto é por conta da semelhança entre agricultura de Pernambuco com a que temos no sul da França, onde nossa escola está localizada e a terceira foi a prontidão que o IF Sertão-PE atendeu à nossa proposta de intercâmbio”. Agora, o grupo segue para o campus Floresta do Instituto, onde conhecerão como é desenvolvido o curso técnico em agropecuária. Os estudantes ainda visitarão as cidades de Arcoverde, Pesqueira, Ibimirim e terminarão com atividades culturais em Recife.

A ideia é que em 2018 o inverso aconteça, estudantes do campus Serra Talhada visitem a escola agrotécnica MRF Plabennc-pludaniel. Empolgado com o momento o estudante do campus, Elian Bezerra, conta como foi a experiência de conviver com estudantes de outra nacionalidade “Foi bacana conhecer um pouco da cultura deles. Era complicado por conta da língua, mas a oportunidade de saber como outros jovens estudam e vê-los interessados por nossa cultura foi muito bom”, salientou.