Estreia projeto de cinema itinerante na comunidade matalotagem em Flores

rolo-de-filme-1-495x337

A arte imita a vida ou a vida imita a arte? Nesta quinta-feira, 30 de julho, acontece o lançamento do projeto Cine Arte das Flores a partir das vinte horas na quadra da escola da comunidade matalotagem no município de Flores, no sertão do Pajeú pernambucano. A entrada é franca.

A estreia do Cine Arte das Flores vai contar com o longa metragem brasileiro Tapete Vermelho, do diretor Luiz Alberto Pereira, que conta a peleja de um pai (Matheus Nachtergaele) que procura um cinema que nem doido para levar o filho. Na noite de estreia, ainda será lançado a animação Comida que Alimenta produzida pelo Centro Sabiá. Haverá apresentação de teatro, música e venda de comidas e sucos produzidos pelos jovens de Flores.

A atividade é uma realização do Centro Sabiá, Pastoral da Juventude Rural e da Comissão de Jovens Multiplicadores de Agroecologia em parceria com Cecor e Prefeitura de Flores.

Cine Arte das Flores – O projeto nasce com a missão de levar o cinema brasileiro à população rural de Flores-PE, principalmente aos jovens, como também estimular o gosto pela arte com o incentivo à formação de grupos de teatros e dança.  O Cine Arte das Flores vai rolar as comunidades do município levando um convite aos pequenos e mais velhos para conhecer mais da cultura e arte nacional. As entradas serão francas e haverá pipoca grátis. O projeto terá duração de 06 meses e acontecerá em quatro comunidades com duas apresentações por mês em cada comunidade. A população será convidada a escolher os temas dos filmes para as projeções futuras.

 

Juventude – O lançamento acontecerá como parte da Oficina de Capacitação em Sistemas Agroflorestais com jovens de Flores e municípios vizinhos. O objetivo dessa formação é estimular o envolvimento dos jovens em atividades de manutenção da terra e que ao mesmo tempo oferecem alternativas para viver com mais qualidade no campo gerando renda.