Esquema de comércio de automóveis roubados é desarticulado em Triunfo

Foto: G1

Foto: G1

Um suposto esquema de comércio de carros roubados e furtados foi desarticulado no Sertão pernambucano. A polícia conseguiu deter, neste domingo (22), três homens suspeitos de interceptar veículos e um que seria o articulador das vendas em Triunfo. O grupo foi encontrado a partir de informações obtidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Grupo de Apoio Tátito Itinerante (Gati) e Delegacia de Polícia Civil do município.

 

De acordo com Dárcio Rabelo,as investigações começaram a partir da prisão, no dia 6 de março, de um homem de 33 anos, natural de Trindade. Ele foi parado pela equipe da PRF entre Flores e Serra Talhada em um carro com queixa na polícia e foi levado à cadeia deste segundo município.

 

O Gati, então, entrou em contato com a Delegacia de Triunfo, onde havia informações sobre carros na mesma situação. E, neste domingo, a equipe deteve as pessoas que teriam interceptado, inclusive um homem de 59 anos residente em Princesa Isabel, Paraíba. Depois, chegou-se ao suspeito de articular o comércio, que tem 39 anos, é natural de Afogados da Ingazeira e receberia os automóveis do que foi preso no início do mês.

Quatro carros estão apreendidos: três vieram da Bahia e um de São Paulo, segundo o cabo Cícero Valdivino da Silva, que comanda a equipe do Gati. Ele contou ao G1 que, além de serem roubados, “as placas são frias”; portanto, os crimes são de “formação de grupo criminoso, interceptação e adulteração de veículo”. Um deles estava ainda com uma espingarda e deve responder por porte ilegal. “O registro está ocorrendo na Delegacia Regional de Serra Talhada e eles vão para a Cadeia de Flores”, informa o cabo.

Valdivino da Silva também contou que os automóveis são novos, valem entre R$ 40 mil a R$ 50 mil e eram vendidos por aproximadamente R$ 10 mil.