Escute o Além da Notícia desta terça (15): Dr. Nena diz que ficou aliviado sem “diálogo” de Sebà; Coordenador da Ciretran ST faz esclarecimentos e muito mais

No programa de hoje na Vila Bela FM: Sebastião Oliveira diz que acabou o diálogo com Dr. Nena porque foi desrespeitado; Dr Nena devolve que está aliviado sem Sebastião e que candidatura segue firme; Coordenador da 19ª Ciretran, Kaká Menezes, fala sobre greve no Recife que não interfere em Serra Talhada, ação que será desenvolvida a partir do dia 05, valores diferentes do IPVA do Detran e SEFAZ, balanço da lei seca da Geres, vistoria de transporte escolar, etc.

Ainda no programa,  a secretaria de Saúde e Vereador da oposição respondem denúncia de internauta dando conta que a ambulância estava sendo usada no Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e conversamos ainda com a professora do Campus Serra Talhada do IF Sertão-PE, Elciane Novaes sobre inscrições para cursos na modalidade Formação Inicial Continuada – FIC, funcionamento de turmas na Faculdade de Formação de Professores e a noite no Colégio Cônego Torres, além da previsão de quando o campi ficará pronto.

Escute os áudios das duas partes do programa:

Bloco 1

Bloco 2

 

Entenda a polêmica envolvendo Dr. Nena e Sebastião Oliveira: O deputado federal licenciado do PR disse ao Farol de Notícias, nessa segunda (14), que não quer mais dialogar com o pré-candidato a prefeito do PSDB, Nena Magalhães, que ainda continua no bloco de oposição junto com outros nomes do PMDB, PSB, PSDC e PR. O deputado licenciado justificou que houve uma quebra de confiança após o tucano ter feito duras críticas a sua pessoa, tão logo foi divulgado os números da Pesquisa Opinião, em que Sebastião vence o prefeito Luciano Duque e Nena Magalhães perde para o radialista Marquinhos Dantas (SD).

“Com Nena não tem mais diálogo e nem conversa. Faltou respeito. Não tive nada a ver com a elaboração da pesquisa, que mostrou que sou o político mais bem avaliado de Serra Talhada. Se ele (Nena) não concorda porque foi preterido, isso não é um problema meu. Mas o diálogo acabou de vez”, disse Sebastião Oliveira, revelando que o pré-candidato não foi leal com o grupo de oposição.

Sebastião Oliveira também mostrou que está insatisfeito com a postura do PMDB que ficou irritado com a filiação do vereador Dedinha Inácio ao PR. “Não vou aceitar patrulhamento ideológico de ninguém. Dedinha estava no PSD e não no PMDB. Veio sem pressão. Então vem gente do PMDB mandando recado no anonimato. Não aceito este comportamento”.

Sebastião foi provocado quanto a possibilidade de aliança com o prefeito Luciano Duque. Cauteloso, Sebá’ garantiu que vem acompanhando os comentários, mas evitou dar qualquer declaração sobre o assunto. Segundo ele, nesta segunda-feira (14) haverá uma reunião com o governador Paulo Câmara, onde entre outros assuntos, será discutido as eleições em Serra Talhada.

“Vou conversar com o governador Paulo Câmara, inclusive, debater com ele os números da pesquisa. Em seguida sento com o diretório municipal do PR e com o presidente Allan Pereira e o pré-candidato Fonseca Carvalho. Por fim, também vou sentar com o ex-prefeito Carlos Evandro. Após o cumprimento deste roteiro, tomo a minha decisão. Mas deixo claro que não tomarei qualquer decisão sem ouvir Allan e Fonseca”, reforçou

Um Comentário