Escute o Podcast desta quarta (16): Coordenador da Agência do Trabalho de ST responde a denúcias de “vagas casadas”, Dr Barbosa revela que pode não ser candidato, etc

Coordenador da Agência do trabalho de Serra Talhada, jackson Douglas, admite que a maioria das vagas são preenchidas por indicações antes mesmo de chegarem ao banco de dados do órgão, Família de bebê com microcefalia na Cohab enfrenta dificuldades financeiras; Dr Barbosa revela em sua despedida que pode não ser candidato a vereador e afirma que seus requerimentos não foram aprovados durante a rápida passagem pela casa.  “Ele desempenhou um excelente mandato durante este ultimo ano na ausência de Marcio Oliveira”, opinou o historiador Luiz Ferraz; Vereador Pinheiro fala sobre o encontro para tentar salvar aliança do PT/PTB em Serra Talhada; No quadro oportunidades: Abertas inscrições para curso grátis de canto em Floresta.

Escute os áudios das duas partes do programa Além da Notícia de hoje, das 07h30 às 08h30, na Vila Bela FM:

Bloco 1

 

Bloco 2

 

Entenda as dificuldades da família do primeiro bebê com microcefalia em Serra Talhada: Os pais de de José Arthur de 7 meses diagnosticado com microcefalia em Serra Talhada ainda não conseguiram o benefício social que governo federal oferece e enfrenta dificuldades financeiras, mas o resultado vai sair só na segunda-feira (21). A mãe, Danyella Campos, 23 anos, disse que a criança toma leite Nestogeno, mas a lata custa entre R$30 e R$ 20, precisa de fraldas tamanho M e lenços umedecidos mas ela, que era professora e deixou o emprego para cuidar de Arthur, não está tendo condições de manter, apenas o dinheiro do marido José Rosivaldo, 27 anos, que é mototaxista. 

Há poucos meses a família nos procurou para dizer que não estava recebendo o tratamento necessário na unidade especializada no Hospam, mas conseguiu na Upa-e, onde criança faz fisioterapia, terapia ocupacional e recebe atendimento com o neurologista. O remédio para controlar as convulsões e acalmar é doado pela farmácia do município. Quem puder contribuir pode entrar em contato no (87) 9 9654-9373”.