Escritora serra talhadense vence importante prêmio de literatura em São Paulo

A escritora Débora Ferraz, que atualmente reside em João Pessoa (PB), venceu um dos maiores concursos literários do Brasil na categoria estreante com menos de 40 anos com o romance: Enquanto Deus não está olhando (RECORD). O prêmio foi dividido com a escritora Micheliny Verunschk com o romance: Nossa Teresa-visa e morte de uma suicida (Patuá). Cada uma delas saiu da cerimônia – na Biblioteca Pública Villa-Lobos, Zona Oeste de São Paulo- com R$ 100 mil.

 

O livro conta a história de Érica, uma aspirante a artista plástica que procura entender a relação com o pai a partir do momento em que ele desaparece. O projeto nasceu em 2008, um ano antes do pai da autora morrer, provocando um intervalo na produção, que só foi retomada em 2011.

Débora (á direita) recebendo o prêmio. Foto: Blog do Cauê

Débora (á direita) recebendo o prêmio. Foto: Blog do Cauê

 

Débora Laís Ferraz dos Santos nasceu em 1987, em Serra Talhada, Pernambuco. Mudou-se em 2001 para João Pessoa, onde formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Escreveu seu primeiro livro, “Os anjos”, em 2003. O conto “O Filhote de Terremoto” foi finalista do Prêmio SESC de Contos Machado de Assis de 2012, e adaptado para o cinema no curta-metragem “Catástrofe” (2012). A escritora venceu o Prêmio Sesc de Literatura de 2014 na categoria romance com “Enquanto Deus não está olhando”.