Episódio da PEDRA DO REINO ENCATANDO ocorrido na divisa de Serra Talhada com São Jose do Belmonte completa 178 anos

O historiador Luiz Ferraz Filho lembra que nesta quarta-feira (18) faz 178 anos do episodio da PEDRA DO REINO ENCATANDO, ocorrido em 18 de maio de 1838 na divisa de Serra Talhada com São Jose do Belmonte. Esse episodio foi uma seita de fanáticos que acreditavam que lá seria o local onde o Rei Portugueses, Dom Sebastião, apareceria aos seus súditos depois de 400 anos de desaparecimento.

Essa seita foi dissolvida apos um ataque da guarda nacional comandando pelo coronel Manoel Pereira da Silva (Comandante-Superior de Flores, Vila Bela e Ingazeira), que seria posteriormente o pai do Barão do Pajeú.

Nesse ataque foram mortos a maioria dos fanáticos, inclusive, o “rei da Pedra do Reino” o mameluco Pedro Antonio. Acreditavam eles que o rei Dom Sebastião somente apareceria com o sacrifício de diversas vidas que banhariam de sangue as duas pedras do reino. Vários agricultores e escravos fugidos acreditaram nessa seita devido a promessa que no “novo reino” que chegaria, os que se sacrificassem realizariam todos os seus desejos.